Sindibeleza defende que estabelecimentos permaneçam fechados durante o isolamento

Sindibeleza defende que estabelecimentos permaneçam fechados durante o isolamento

A entidade sindical divulgou nota após decisão do desembargador Jucid Peixoto do Amaral, que concedeu liminar, na sexta-feira (22), liberando, no Estado, as atividades dos salões

Escrito por: Redação CUT

O Sindicato dos Oficiais Barbeiros Cabeleireiros e Similares de Fortaleza vem a público, manifestar- se contrário a reabertura dos estabelecimentos de salões de beleza e barbearias no Estado do Ceará.

O Decreto do Governo de Estado do Ceará que restringe as atividades econômicas do estado trata-se de uma medida necessária e importante tendo vista a notória situação de calamidade pública decorrente da disseminação do vírus causador da COVID-19.

A tentativa do sindicato patronal de reabrir os estabelecimentos através de liminar, não considera a grave crise que os trabalhadores do Ceará têm sofrido e a possibilidade do colapso nos serviço de saúde no Estado, provocado pelo grande numero de infectados.

Os profissionais da beleza têm sofrido bastante com a falta das atividades e a queda das suas rendas, no entanto preservar estes profissionais é mais necessário, tomando as medidas proteção e principalmente o isolamento social!

O sindibeleza manifesta solidariedade as famílias que perderam seus entes queridos vitimas da COVID 19 e se coloca a disposição da categoria e das autoridades, para ajudar no que for possível.


Livia Marques
Presidente do Sindibeleza

Please follow and like us:

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *