16 dias de ativismo pelo fim da violência contras as mulheres – Fetrace
SINTEC-CE realiza reunião de diretoria plena
novembro 30, 2017
Acompanhe os atos pelo Brasil
dezembro 4, 2017

16 dias de ativismo pelo fim da violência contras as mulheres

O Sindicato dos Comerciários de Fortaleza através do seu Coletivo de Mulheres Comerciárias participou da programação dos 16 dias de ativismo pelo fim da violência contras as mulheres. Com foco na mobilização contra a violência sofrida pelas mulheres e sensibilização a população sobre a causa, a Campanha 16 dias de Ativismo pelo fim da violência contra a mulher foi organizada por várias entidades e órgãos que atuam nesta sistemática, o Sindicato dos Comerciários de Fortaleza juntamente com o seu Coletivo de Mulheres participou da Plenária que debateram o tema.

A Campanha 16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres é uma mobilização anual, praticada simultaneamente por diversos atores da sociedade civil e poder público engajados nesse enfrentamento. Desde sua primeira edição, em 1991, já conquistou a adesão de cerca de 160 países. Mundialmente, a Campanha se inicia em 25 de novembro, Dia Internacional da Não Violência contra a Mulher, e vai até 10 de dezembro, o Dia Internacional dos Direitos Humanos, passando pelo 6 de dezembro, que é o Dia Nacional de Mobilização dos Homens pelo Fim da Violência contra as Mulheres.

Na ocasião a plenária organizada pelo PT Estadual contou com a presença da ex-ministra da Secretaria de Políticas para as Mulheres do governo da presidenta Dilma Rousseff, Eleonora Menicucci, no qual a ex – ministra, criticou o retrocesso nas políticas de combate à violência contra as mulheres do atual desgoverno. O evento contou também com a presença da atual Secretária Nacional de Mulheres do PT (Partido dos Trabalhadores), Anne Karolyne Moura.

Pesquisa: O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA) apresenta dados que nos últimos dez anos foram registrados mais de 50 mil casos de assassinatos cometidos contra mulheres, o feminicídio. Isso significa quase 5.000 mortes por ano no País. Em âmbito internacional, a Organização das Nações Unidas (ONU) fez pesquisa denunciando que, em todo o mundo, cerca de uma mulher a cada três foi vítima de violência física ou sexual.
Fonte: Sindicato dos Comerciários de Fortaleza

Os comentários estão encerrados.